Produção textual da aluna Hellen (8º ano A).

“Reza a lenda que, há muito tempo, em uma floresta habitada por indígenas, havia um belo e forte guerreiro indígena chamada Miobá. Era muito corajoso, seu único medo era nadar, pois seu pai havia morrido afogado quando o guerreiro era criança.

Ele era da tribo Karajá, sendo essa inimiga da tribo Matos. Os indígenas dessas duas tribos não eram de falar ou ter qualquer contato com sua inimiga, a não ser nas batalhas.

Mas, em um dia qualquer, Miobá viu uma bela moça na floresta e resolveu ir conhecê-la. Assim que começaram a se falar, se apaixonaram um pelo outro, porém logo descobriram ser de tribos inimigas.

Tudo estava bem entre eles, pois, mesmo que se encontrasse apenas escondidos, o amor aumentava cada vez mais. Porém, em um desses encontros, o Xamã da tribo Karajá os viu e castigou o belo casal.

Miobá virou uma grande serpente marinha, sofrendo seu maior medo; e Alira, a índia, foi transformada em um pequeno grão de areia. Até hoje conta-se que Miobá, chamado agora de Minhocão, cava longas galerias subterrâneas tentando encontrar sua amada.”

 

 

A aluna Hellen Queiroz produziu este texto escrito para a Avaliação Global 1 de redação e teve destaque pela produção.