Nossa História

COLÉGIO NUNES MORAES

Dedicação e Compromisso

Esta instituição de ensino foi oficialmente fundada no dia 25 de junho de 1989, com o nome de Escola de Primeiro Grau Nunes Moraes, pela professora Maria de Fátima Moraes Bezerra, em reunião da qual participaram seus familiares João Chagas Sobrinho, Maria Salete de Moraes, Rosimeiry Pereira da Silva, Maria Margarete da Silva Morais, Francisco Evangelista de Morais, Francisca Iracema Oliveira Morais, Maria de Fátima Gomes Morais, Elistênio Chagas Morais e Vania Maria de Morais. O nome da instituição é composto pelos nomes das famílias dos pais da fundadora, Vital Esmero de Morais e Adalgisa Chagas de Morais (nome de solteira – Adalgisa Chagas Nunes).
Iniciou suas aulas no dia 01 de fevereiro de 1990, com 235 alunos matriculados nas turmas de 1ª a 7ª série do primeiro grau. Nos anos seguintes, implantou as demais séries desse nível de ensino e, em 1991, formou sua primeira turma de humanistas.
Em 1994 e 1995, procurando atender às solicitações das famílias locais, implantou o segundo grau, com turmas de primeiro e segundo anos, no turno da noite. Passou, então, a denominar-se Colégio de Primeiro e Segundo Grau Nunes Moraes. No entanto, as dificuldades de transporte de professores, em boa parte residentes em Fortaleza, tornou inviável o projeto nos anos posteriores.
Assim, somente em 2001, o colégio retomou, em caráter definitivo, o último nível de ensino da educação básica. Devidamente autorizado pelo CEC e adotando a nova nomenclatura determinada pela LDB, denominou-se, então, Colégio de Ensino Fundamental e Médio Nunes Moraes.
Em 1990 a escola alojou-se na antiga residência da proprietária e diretora Maria de Fátima Moraes Bezerra, no nº 495 da avenida José Gama Filho. Para receber os alunos, o prédio recebeu apenas algumas adaptações, mas, ao longo dos anos, foi sendo ampliado e adaptado às exigências legais.
Em 1992, construiu sua primeira quadra. Em 2009, a aquisição do terreno vizinho permitiu a construção de rampa para o primeiro andar, de modo a garantir acessibilidade para alunos cadeirantes. No mesmo ano, foi comprado terreno na avenida dos Expedicionários, 495, onde, em 2011, iniciou-se a construção de outro prédio. No segundo semestre de 2013, as novas instalações entraram em funcionamento, recebendo parte do alunos já matriculados.
A escola mantém hoje as duas sedes em funcionamento, com coordenações integradas e ainda sob a direção da Professora Maria de Fátima Moraes Bezerra, atendendo a todas as séries do ensino fundamental e do ensino médio.